Roberto Donizete Cipriano 22 mar 2018 | 567 visitas

Nome Completo?
Roberto Donizete Cipriano

Data de Nascimento?
19 de novembro de 1971

Cidade Natal?
Salto

Profissão?
Coordenador de qualidade do meio ambiente

Qual Seu Hobby?
Assistir filmes, ler livros e jogar futebol.

Se considera uma pessoa especial? Por que?
Sim! Porque Deus me criou, me ama de uma forma única, dessa forma sou especial.

Participa de alguma pastoral e ou movimento? Qual(is)?
Sou ministro da palavra, representante do CPAE da paróquia, vice coordenador do grupo de rua, catequista da crisma e esse ano sou o representante da campanha da fraternidade.

Seu primeiro encontro com Jesus como foi?
Foi em um retiro da Renovação Carismática para os jovens, uma experiência de oração onde tive o primeiro contato da presença do Espírito Santo em minha vida, isso aconteceu em 1997.

Como era sua vida antes de Jesus? E depois de Jesus?
Eu era uma pessoa muito tímida e com conflitos interiores, pois tive bastante contato com a pornografia, uma vida sexual desregrada, enfim,  era um jovem rebelde. Mas graças a Deus quando minha mãe passou a participar do grupo de oração, começou a restauração da minha vida e da minha família.

Fale um pouco sobre a sua família.
Namorei com minha esposa por quatro anos e somos casados a 25. Temos 6 filhos: Rafael, Júlia, Miguel, Laura, Felipe e Lorena. Antes de ter a Júlia minha esposa engravidou mas infelizmente sofreu um aborto espontâneo, foi um tempo muito difícil para nós.

Hoje com nossa família, em casa, mora também minha sogra que sofre de Alzheimer.

Específicas…

Roberto Donizete Cipriano (1971), trabalha como coordenador de qualidade do meio ambiente e em seu tempo livre gosta de assistir filmes, ler livros e jogar futebol.

Roberto nasceu no estado de São Paulo, em Salto, no dia 19 de novembro de 1971, viveu até a adolescência no bairro  jd.  Bela Vista,  em sua cidade natal,  onde teve uma infância difícil  devido a conflitos na adolescência, afetando sua vida pessoal, sua vocação e vida profissional.

Em sua adolescência como  a  maioria dos jovens, teve contato  com conteúdos adultos,  pensava somente em “curtir” a vida, era um jovem bastante rebelde.

Aos 17 anos de idade, Roberto sofreu um trauma assistindo  um  filme de terror, não conseguindo mais dormir sozinho, sua mãe decidiu então, leva-lo a encontros espiritas,  com a esperança de cura para o trauma sofrido, não recebendo porém, nenhum resultado promissor.

Foi quando sua mãe recebeu um convite para participar do grupo de oração na comunidade Divino,  também em Salto,  e por meio de orações,  conseguiu alcançar a graça e recebeu a libertação  para o problema de seu filho (Roberto).

Foi por meio de uma curiosidade de sua parte,que aceitou participar de um retiro da Renovação Carismática, voltado para jovens, e teve  então seu primeiro contato pessoal com Deus.

Roberto constitui família com Ivone Cipriano em 1993, com quem teve  6 filhos: Rafael com 25 anos, Júlia com 20, Miguel com 17, Laura com 15, Felipe com 12 e Lorena com 9 anos de idade. Em 2009,  junto com toda sua família  mudou-se para uma  residência própria  no jd. Planalto, onde residem atualmente. Conheceu a paróquia São Roque no mesmo ano  e com a permissão do pároco começou servindo como ministro da palavra.

Já inserido na comunidade, muitas portas foram se abrindo e oportunidades incríveis de crescimento espiritual, podendo assim, vivenciar experiências incríveis, como a coordenação das Santas Missões Populares, onde pode perceber a real importância da missão, que segundo ele, é não se limitar somente a um espaço, mas visitar pessoas e enxergar a realidade em que essas pessoas se encontram.

A frente da Campanha da Fraternidade neste ano de 2018, está aprendendo ainda mais e empolgado em mostrar, através de sua experiência com a igreja e com as pessoas, que como cristãos, todos devem olhar à realidade do mundo, na violência como um todo e como combatê-la.

Ping pong…

Deus?
O primeiro.

Um dia?
Amor a família.

Uma alegria?
Estar em graça, estar sem pecado.

Um sonho?
Fazer a vontade de Deus naquilo que Ele quer pra mim.

Uma frase?
“Fazei tudo o que Ele vos disser”.

Uma música?
Filho de Davi.

Um livro?
História da igreja.

Um ídolo?
Meus pais.

Um defeito?
Ansiedade.

Uma qualidade?
Unidade.

Um Santo?
São Gerônimo, São Tomás de Aquino.

Uma paixão?
Futebol.

Uma saudade?
Meus avós paternos.

Uma filosofia de vida?
“Não podemos nos fechar dentro da igreja, temos que estar dentro, mas olhar para a realidade de fora, enxergar as estrelas no céu,pois há muita coisa para ser vista!”.

O Peregrino

Edição 032 Edição 32 - Dez/2016 + Edições

Social

Enquete

  • O que mais gosta em nosso site?

    Ver Resultado

    Carregando ... Carregando ...

+ Vistos

  1. Veralucia Maria da Silva – Apostolado
    18.089 visitas
  2. Qual a importância dos sacramentos em minha vida?
    8.379 visitas
  3. Tríduo em Louvor ao Sagrado Coração de Jesus
    6.675 visitas
  4. Faça-se em mim segundo a tua vontade!
    6.104 visitas
  5. “Músicos em ordem de batalha” Reflexão – Parte 1
    6.054 visitas
  6. Posse Padre Michael Henrique dos Santos
    5.916 visitas
  7. Adoração à Santa Cruz e Via Sacra 2015
    5.723 visitas
  8. Santa Maria Mãe de Deus 2013 e despedida do Padre Wagner
    5.216 visitas
  9. Missa dos Doentes 18/05/13
    5.173 visitas
  10. Domingo de Ramos – 13/04/14
    4.505 visitas